Etiqueta: brasileiros no qatar

As verdades do deserto – três anos de Qatar

Hoje faz três anos que pisei em terras árabes pela primeira vez, faz três anos que dei o pontapé inicial a minha nada mole e louca vida de expatriada. Muito mais que histórias, eu acumulei lições sobre esse lugar que, a princípio, pode parecer assustador mas na verdade é uma deliciosa caixinha de surpresa.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Daqui Praí – Aventuras no deserto

No último feriado que tivemos no Qatar eu fiz um passeio cortando o país; fui ao Museu de Arte Islâmica, ao Souq Waquif, ao Sealine Desert  e a península de Zekreet visitar a Film City e as esculturas gigantes do Richard Serra.

Para quem tá curioso para conhecer o Qatar que tem por trás dos panos dá play aí no nosso vídeo e vem viver comigo essa aventura pela deserto!

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Daqui Praí – agora tô na TV

Há dois meses atrás recebi a proposta da TVC16, canal de Petrópolis no Rio de Janeiro, para contar um pouquinho sobre a vida de expatriado e das minhas experiências aqui em terras árabes; como num fujo a um bom desafio entrei de cabeça e junto com uma equipe de amigos maravilhosos nasceu o quadro Daqui Praí.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Vamos falar sobre o medo

Esse mês de novembro vai ficar marcado para sempre na minha memória e o principal motivo foram os ataques terroristas em Beirute, Bagdá e o mais famoso e de maior exposição da mídia em Paris.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Camelo de cartola – Pontapé inicial

O Catar foi palco do mundial de handball de 2015, quer entrar de acionista na Fórmula 1 e vai sediar a Copa do Mundo de 2022. Com tantos eventos esportivos grandes ligados ao país, não dava pro DesbravaDoha ficar de fora do assunto.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Camelo de Cartola – Extracampo

Mesmo no meio de toda a polêmica sobre Copa do Mundo de 2022 aqui no Qatar, a FIFA já confirmou as datas dos jogos, sim, vai ter bola rolando aqui nas dunas de areia!

Agora, mais que nunca, aqui também é o país do futebol. E, em comemoração da ratificação da realização da Copa do Mundo de Futebol Masculino de 2022 aqui no Qatar, anuncio que temos uma nova coluna no blog, Camelo de Cartola!

Teremos agora  um colunista convidado que entende do assunto para comentar todas as coisas que andam acontecendo na terra do hummus no café da manhã.

Abaixo seu primeiro artigo, espero que a novidade agrade =) (mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Como ser fashion no Qatar – dicas valiosas para se estar na moda mesmo vivendo no Oriente Médio

Calma! Eu não virei blogueira de moda mas tive a ajuda de uma para provar por A+B que é possível se vestir na moda mesmo com as restrições que temos aqui.

Como todo mundo já sabe não é preciso usar véu ou abaya porém temos que cobrir os ombros e os joelhos e evitar o decote. Dentro disso existe um mundo de possibilidades, mas andei reparando que algumas pessoas piram um pouco e começam a se vestir de uma maneira louca que elas nunca usariam no Brasil por exemplo, chega até a ser engraçado!

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Falcoaria – O esporte dos Sheiks

Praticada desde 4000 a.C pelos nobres e verdadeiro símbolo de status, a falcoaria ou cetraria é a é a arte de caçar presas selvagens no seu meio natural utilizando de falcões e outras aves de rapina.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Feliz aniversário DesbravaDoha!

E lá se foi 1 ano! 365 dias de vida do blog, e vida ativa!O nosso camelinho está soprando velhinha hoje e cheio de motivos para comemorar.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Era uma vez uma ratinha de museu

Eu não nego, troco balada por museu. Aliás, troco quase tudo por museu, menos comida… comida eu não troco por nada!

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.