Quando comentei que viria para a Doha, a reação da maioria das pessoas foi perguntar se Doha pertencia a Dubai, acreditem rs! Para quem ainda tenha alguma dúvida, respondo: não! Dubai faz parte dos Emirados Árabes, país vizinho ao Qatar e é conhecido por ser o paraíso do entretenimento.

Chegamos rapidinho em lá, saindo de Doha, o voo leva entre 45 minutos a 1 hora. Para residentes no Qatar, na época da minha viagem, era preciso apenas pagar o visto de chegada que custava AED240,00 (R$195,00). Agora com as novas regras de visto para os Emirados Árabes, perdemos esse privilégio. =(

É claro que em não dá para aproveitar tudo que um lugar tem para oferecer em apenas 3 dias, mas aproveitei cada segundo em que estive por aquelas terras e pretendo voltar!

Durante o primeiro dia fui para o Mall of the Emirates e passei a tarde no Ski Dubai. Como não sei esquiar comprei o Power pass que custou AED 300,00 (R$244,25) e estava incluso: luvas grátis, aluguel de roupa e sapato de neve, dia no parque e o encontro com pinguins! Nem preciso dizer que me apaixonei pelos pinguins, que abracei e beijei muuuito eles! Outras opções de passes podem ser adquiridos com preços que variam de AED 225,00 (R$183,20) a AED 500,00 (R$407,00), conforme indicado no site.

Amando o pinguim *_*
Amando o pinguim *_*

Para completar a visita ao Mall of the Emirates não poderia faltar a ida ao Cheesecake Factory. O restaurante que vende a receita mais famosa de cheesecake do mundo não deixa nada a desejar também para os pratos principais. A porção generosa pode ser divida por dois! Vale a visita pelo ambiente, ótimo atendimento e, é claro, pela experiência gastronômica (nhami!).

Como eu já disse antes, curtimos cada minuto. Mesmo cansados da viagem e passeio na neve e no shopping, á noite, aproveitando que em Dubai podemos usar shorts, fomos a um bar na praia chamado Barasti, entrada foi gratuita, pagamos só pelo que consumimos. Essa é uma ótima pedida para aqueles que, assim como eu, não curtem boate mas adoram uma animação.

Não consegui tirar uma foto porque estava escuro, mas por essa dá pra ter uma ideia do clima do lugar.
Não consegui tirar uma foto porque estava escuro, mas por essa dá pra ter uma ideia do clima do lugar.

Na mesma linha do Qatar, a noitada em Dubai não vai muito além das duas da manhã, quando as luzes são acesas convidando todos a se retirarem, por mim, tudo bem, já que o próximo dia ia ser intenso.

No segundo dia compramos ingressos para o Atlantis Acqua park, pagamos AED 250,00 (R$203,54). Esse valor é só para usar o parque e a praia, porém existem outros pacotes como pode ser visto no site; chegando lá é preciso pagar mais AED 40,00 (R$32,56) para alugar um armário e ainda comprar pelo menos uma refeição, já que não é permitido a entrada de comida.

Sem fotos da nossa diversão, só essa na entrada! Na foto: Oz, Felipe, Paty, eu e Thiago.
Sem fotos da nossa diversão, só essa na entrada! Na foto: Oz, Felipe, Paty, eu e Thiago.

Chegamos ás 11 da manhã e só saímos ás 6 da tarde, realmente é o melhor parque aquático que eu já fui na minha vida. Uma variedade enorme de toboáguas, o rio que cruza o parque além de ser muito relaxante é também inteligente, porque interliga todas as atrações. Não paramos um minuto, voltamos mesmo a ser crianças!

Depois de um dia tão agitado, á noite agitamos mais ainda! Fomos até o Irish Village, que é uma réplica de um típico bairro irlandês, com lago, patos e muita cerveja. Por se localizar em uma zona de Duty free é possível comer aquela linguicinha calabresa de porco, uma delícia!

Cara de cansada e totalmente sem voz depois do dia no parque aquático
Cara de cansada e totalmente sem voz depois do dia no parque aquático

Para quem não sabe, o consumo e venda de carne de porco são restritos nos países muçulmanos por ser o porco considerado um animal impuro.

No meu terceiro e último dia, fui fazer o tour que não pode faltar para quem vai a Dubai: Burj Khalifa e o Dubai Mall. O tamanho de ambos impressionam; o Dubai Mall é tão grande que não tenho certeza se passei por todas as lojas e o Burj Khalifa é tão alto que é quase impossível enquadrá-lo em uma foto, afinal, com 828 metros de altura e 163 andares, o arranha-céu pode ser visto a uma distância de até 95 quilômetros!

Os ingressos para desbravar o Khalifa custam entre AED 125,00 (R$101,77) e AED 500,00 (R$407,00), eu não subi. Contemplei do chão a maior coisa que mãos humanas já puderam construir.

IMG_9182
Elisa, Daniel e eu posando com o gigante rs!

O Dubai Mall é um show a parte, com todos os tipos de lojas, restaurantes e entretenimento facilmente passamos umas 6 ou 7 horas dentro dele. Só no aquário e no zoológico subaquático passamos 2 horas! Dá para se perder fácil, contemplando as mais de 70 espécies de peixe sem contar as raias e os tubarões, muito lindo! Os pacotes para visita variam entre AED 70,00 (R$57,00) e AED 250,00 (R$203,54), compramos o de AED 100,00 (R$ 81,40) que nos deu direito a visitar o aquário, o zoológico subaquático, um observatório e tivemos ainda uma visita guiada até o berçário dos crocodilos e águas-vivas além de receber uma breve explicação sobre a manutenção e funcionamento do aquário.

No túnel do aquário, lindo!
No túnel do aquário, lindo!

Depois de andar o dia inteiro, fizemos um passeio tranquilo pela Dubai Marina, um dos bairros mais charmosos desse Emirado, que nos faz ter vontade de ficar por lá.

S2
S2

Os meus dias foram bem cheios e movimentados, já estou planejando outra visita a Dubai, dessa vez para ir aos lugares que faltaram conhecer como: Dubai Museum, Old Dubai, Miracle Garden entre outros.

Para quem vem a primeira vez para essa região, recomendo o passeio no deserto que eu já fiz aqui em Doha e, quando eu tiver oportunidade, gostaria de fazer de balão em Dubai. Deve ser uma experiência incrível!

Me diverti muito, percebi que não faltam coisas para fazer, e isso foi o que eu mais gostei! Espero que vocês também tenham gostado de desbravar esse outro pedacinho do oriente médio comigo!

 

 

 

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

5 comments on “Desbravando Dubai”

  1. Olá Thais, parabens pelo site, já adicionei nos favoritos!! hehehe

    Estou pensando em fazer uma viagem pra Thailandia em 01/2016 e devo ir e voltar de Qatar Airways (emitido com milhas da Gol).

    O que eu queria mesmo era conhecer Dubai, e fiquei ainda mais interessado com esse post…
    Então na ida pensei em parar alguns dias (stop-over) pra conhecer ambos Doha e Dubai.

    Mas estou confuso em relação aos vistos.
    Estou pensando em comprar Doha-Dubai com a Emirates, porque facilita o visto pro emirados árabes né?

    Se ficar 1 dia em Doha, depois ir pra Dubai, 4 dias depois voltar pra Doha e poucas horas depois continuar pra Tailândia com a Qatar Airways, quantos vistos vou precisar?

    1 dia em Doha => visto de trânsito 24 horas.
    4 dias Dubai => visto turismo até 90 dias.
    volta pra Doha, menos de 8 horas vai pra Thailandia => não precisa de visto (vou nem sair do aeroporto)

    Está certo isso?
    To em duvida principalmente com voltar de Dubai pela Emirates e seguir pra Thailandia com Qatar, se precisaria de visto. Pq não eh uma conexão, na verdade vou desembarcar e embarcar de novo em outro vôo.

    Você comentou que há novas regras de visto para os Emirados Árabes, você pode me explicar melhor, por favor?
    Desde já muito obrigado e sucesso.

    • Oi Breno Obrigada! Fico muito feliz que você tenha gostado.

      Em relação aos vistos, ambas as companhias emitem e você pode pedir também pelo hotel em que você vai se hospedar. Ou seja, na verdade tanto faz! A Qatar airways tem um serviço muito bacana para quem vem rapidinho igual a você, com visto e hotel, lá no site tem mais detalhes http://www.qatarairways.com/br/pt/transit-accommodation.page , ou seja, antes de comprar voos por companhias diferentes, dá uma olhadinha nessa opção.

      Te confesso que eu fico um pouco insegura com essa questão dos vistos, eles são muito chatos aqui, então é melhor ligar para a companhia aérea e confirmar essa situação de voltar de Dubai para pegar o avião aqui de novo , sendo que não é de fato uma conexão. Eles aqui tem visto de entrada e saída, e não é o mesmo terminal onde chega e embarca… uma complicação!

      As novas regras de visto para os Emirados que comentei são para os residentes do golfo, antigamente tínhamos visto on arrival agora temos que pedir o visto como qualquer turista. Nada de viagens surpresas hahaha

      Espero poder te ajudar, e se precisar de mais dicas pode contar comigo! Grande abraço!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *