O Qatar tem muito mais a oferecer do que as pessoas imaginam. Além dos prédios modernosos de West Bay, dos shoppings que são um exemplo de chiquesa e dos museus projetados pelos mais famosos arquitetos o Qatar também tem pontos turísticos regados de história e tradição local.

As fortalezas e palácios históricos do Qatar se destacam na paisagem; eles são um exemplo da riqueza e técnicas de construção antiga e estão espalhadas por todo o país.

Al Zubarah Fort

O maior e mais famoso é o Al Zubarah fort que é um dos exemplos mais bem conservados de uma cidade mercante do Golfo do século XIII e XIXX; e, em 2013 ele foi tombado como patrimônio mundial pela UNESCO.

CF003585-1

 

 

Fundada por comerciantes do Kuwait a cidade foi destruída em 1811 e abandonada no início de 1900. As areias do deserto protegeram o que sobrou de uma próspera vila, ruas, palácios, mesquitas, casinhas dos pescadores e caçadores de pérolas, canal e paredes duplas de proteção e até cemitério.

As escavações estão no início e só trouxeram a tona uma pequena parte dessa que foi uma cidade agitada  de troca que floresceu fora do domínio Otomano, Europeu, Persa e possivelmente deu início ao que hoje são os modernos estados do Golfo.

Thais_zubara

Esse forte fica na costa noroeste do Qatar a mais ou menos 100 km de Doha, capital do país. Ou seja, para ir lá só de carro.

 Barzan Towers

Um pouco mais recente que o Zubarah as Torres Barzan foram construídas no final do século XIXX e no início do século XX  elas foram reformadas pelo então Emir do Qatar Sheikh Mohammed bin Jassim Al Thani. As torres em formato de um ” T ” foram construídas primordialmente para funcionar como torre de vigia contra os soldados otomanos.

DSC_0208_web

A palavra barzan, em árabe, significa lugar alto e, por isso, elas eram usadas pelos qataris também para observar as fases da lua principalmente durante o mês sagrado do ramadã. Uma das torres também era a residência do emir que a construiu porém essa fica fechada para visitação já que se trata de propriedade privada.

Esse forte fica localizado na cidade de Umm Saalal Mohammed há 20 km ao norte de Doha, depois de ver as torres você pode passar na loja sueca IKEA, que é bem pertinho, e comer um tradicional prato de purê de batata e almondegas ( foi o que eu fiz rs).

DSC_0218_web

Esses são só dois dos vários fortes que tem por aqui; e, uma coisa em comum entre todos eles é o fato de terem poço artesiano. Pode parecer comum para o Brasil, mas para o povo do deserto ter acesso a água potável era sinal de status, o poço era o verdadeiro tesouro que merecia proteção.

Embora o Qatar seja um país recente, ele também tem sua história e ela deve e merece ser conhecida por quem mora aqui ou só vem de visita. Desbravar é isso, ir além do comum e conhecer um pouco mais de tudo o que a vida tem a oferecer.

 

 

 

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

13 comments on “Fortes do Qatar – um pedaço da história do país”

  1. Seu blog e o máximo e tem otimas dicas.
    Estou indo morar em Doha em setembro.
    Tenho uma pequena duvida…

    é verdade que ai mulher não pode pintar as unhas e deixar os cabelos soltos ?

    Bjs

    • Oi Duany! Fico feliz que você esteja gostando do blog, espero estar te ajudando a tirar as dúvidas antes de arrumar as malas e vir morar aqui no deserto.

      Mulher pode pintar a unha, pode dirigir, pintar o cabelo, usar maquiagem das Kardashian, fazer penteado com cabelo solto, preso, pro alto… tá tudo liberado. Se você tiver mais alguma dúvida quanto como é ser mulher aqui no Qatar confere esse, esse e esse post.

      Grande abraço.

  2. Thais, parabéns pela riqueza de detalhes que vc coloca aqui! Meu noivo está iniciando um processo seletivo e existe grandes chances de irmos… Eu sempre pesquiso mto sobre tudo e como tenho um ótimo emprego aqui, fico pensando nos pros e contras de morar num lugar como Doha…
    De qulquer forma seus posts tem esclarecido mtas coisas 🙂
    Bjos

    • Oi Mariana!

      Abrir mão da nossa carreira não é uma escolha fácil. Não vou mentir e dizer que não penso vez ou outra em voltar a advogar como fazia no Brasil. Mas se você decidir vir, venha de coração aberto, venha disposta a encarar o novo e viver novas experiências. Não adianta nada remoer o passado.

      Escrevi um texto bem bacana sobre isso, se quiser dá uma olhada aqui .

      No mais estou aqui para conversar, tirar dúvida e tomar café quando você chegar. Fico feliz em saber que você tá gostando do blog!

      Grande abraço!!

      • Olá Thais! Obrigada pela disponibilidade! Caso de certo vamos sim tomar esse café! Já estou mexendo alguns pauzinhos para tentar contatos nas empresas relacionadas com a que eu trabalho… Não me imagino sem fazer nada! Não tem como! Tenho falado com pessoas que estão aí e os feedbacks são bem otimistas e animadores! Acho q vai ser bom! Eu adoro mudanças!
        Enquanto isso sigo lendo suas dicas! 😊

  3. Olá , acompanho suas publicações a algum tempo gostaria de tirar algumas duvidas com você referente ao país pretendo conhece-lo , se puder me enviar um e-mail

    Obrigada .

  4. Thais,

    Primeiramente parabéns pelo blog, e obrigado pelas informações que estou juntando com ele para minha visita em Doha.
    Como tenho 23 horas no país apenas na ida e mais 20 horas na volta, preciso estar com tudo planejado para conseguir visitar o máximo que eu puder.

    Poderia me tirar mais algumas dúvidas por gentileza?
    Transporte público, funciona bem? Ou muito limitado?

    Chego bem tarde em Doha, por volta das 23 horas. Unico lugar disponivel para jantar seria do Souq Qaquif, certo?

    Taxi, funciona bem ou é extremamente caro?

    E última pergunta para visitar o SHEIKH FAISAL BIN QASSIM AL THANI MUSEUM, você descreveu que recomenda alugar um carro. Existe opção de ir de transporte público?

    Muito obrigado.
    Abraços,
    Paulo

    • Oi Paulo!

      Que bacana que você tá curtindo meu blog. Espero estar te ajudando a planejar a sua visita a Doha.

      Vamos lá… transporte público aqui é muito ruim e muito complicado. Recomendo que você use o Ubber ou os táxis verdinhos, como você quer ir a vários lugares talvez seja melhor alugar um carro por questão de comodidade e economia. Para saber mais sobre transporte público você pode ler esse post aqui.

      Chegando a essa hora você encontra alguns restaurantes do Souq Waquif abertos, mas não todos. Na verdade a minoria. Existem algumas lanchonetes 24 hrs nos bairros, o Applebee’s que fica dentro do Qatar Sport Club e o Bennigan’s que fica dentro do Qatar tênis Club também estão funcionando. Talvez seja mais tranquilo você ir pro seu hotel e tentar um serviço de quarto. Agora, se você quiser ir para boates ou pubs eles ficam abertos até as 2 da manhã e servem comida até as 1am eu acho.

      Os táxis tem preços justos… não existe a opção de ir ao Sheikh Faisal de transporte público. O táxi sai bem salgado, o preço do aluguel de um carro.

      Tomara que você curta as suas 43 horas aqui no Qatar, se precisar de algo mais é só falar.

      Grande abraço!

  5. Thaís,

    Novamente obrigado pela ajuda.
    Aproveitar e abusar do seu conhecimento e boa vontade.
    Pelo que vi, melhor será mesmo alugar o carro, a perguntar que fica somente é onde deixar o carro.
    É fácil estacionar o carro em Doha? Se não qual o custo dos estacionamentos?

    Muito Obrigado.
    Grande Abraço.
    Paulo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *