Eu não nego, troco balada por museu. Aliás, troco quase tudo por museu, menos comida… comida eu não troco por nada!

Não tem um lugar que eu tenha ido nessa vida que eu não tenha achado um museu, me chamem de louca, mas já fui a museu em Visconde de Mauá! A moça, com sotaque mineiro, pediu que eu fechasse a porta depois que eu acabasse de olhar o Museu das duas rodas.

Há mais de um ano morando no Qatar já deu tempo de explorar quase todos os museus e galerias espalhados pelo país que tem investido tempo e dinheiro em cultura. Aqui no blog já dei dicas aqui e aqui sobre alguns museus que gostei de visitar.

No meu segundo post, e agora como colunista oficial, do Brasileiras Pelo Mundo eu falo um pouquinho mais sobre esse universo que tanto amo! Para ler o post basta clicar aqui.

Espero que vocês gostem, não deixem de curtir, comentar e contar contar para os amiguinhos sobre o que você anda aprendendo aqui no blog!

Mathaf
Interagindo com a obra de arte
Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *