Categoria: Vida de expatriado

Feliz dia internacional da mulher!

Quando vim para o Qatar muitos se preocuparam quanto a liberdade que eu teria aqui. Se eu seria obrigada a usar burca, se algum “sheik” poderia querer me raptar (sim, eu ouvi essa!), em suma, se preocuparam em saber se é difícil ser mulher por aqui.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

O deserto do adeus

Você já foi ao deserto? Falamos muito sobre ele mas poucos tiveram a real oportunidade de ver de perto como é. Eu já fui, e cá entre nós é difícil imaginar como seres humanos conseguiram viver em um ambiente tão inóspito.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Adeus ano velho… Feliz ano novo!

No Qatar não se comemora a chegada do novo ano. Como país é adepto do islã, segue o calendário islâmico, que é, basicamente, um calendário lunar já o que seguimos, gregoriano, é solar. Então a virada de ano acaba que não acontece no mesmo dia .

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Vem! Está chegando o Natal!

Nada de cidade enfeitada, janelas com pisca pisca e guirlandas nas portas. Presépio montado nem se fala! No mundo islâmico os dias 24 e 25 de dezembro são dias comuns como qualquer outro do mês.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Pode ir armando o coreto e preparando aquele feijão preto eu tô voltando!

Depois de quase um ano vivendo aqui nas arábias estou de malas prontas para o Brasil. E dentro da mala mais que roupas e lembrancinhas para meus queridos, estou levando toda a saudade que guardei até agora.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.