Mês: Março 2015

A vida do lado de fora – Vamos fazer um piquenique!

Um dos melhores passatempos do inverno e da primavera aqui no Qatar é simplesmente sair! Ficar do lado de fora aproveitando o bom clima e os bons amigos não tem preço.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Das pessoas que conheci aqui – Claudia Kogake (Sabor do Brasil)

Vivendo aqui no Qatar ainda não achei ninguém com uma história chata! Em cada esquino esbarro com uma pessoa mais interessante que a outra. Uma dessas pessoas queridas que eu tive o prazer de conhecer foi a brasileira Claudia Kogake, que eu chamo carinhosamente de Claudia sabor do Brasil!

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.

Feliz dia internacional da mulher!

Quando vim para o Qatar muitos se preocuparam quanto a liberdade que eu teria aqui. Se eu seria obrigada a usar burca, se algum “sheik” poderia querer me raptar (sim, eu ouvi essa!), em suma, se preocuparam em saber se é difícil ser mulher por aqui.

(mais…)

Thaís já foi atriz de teatro amador, bailarina torta, advogada e professora universitária. Mora no Qatar e desde que chegou a Doha, depois de 18 horas de viagem, se descobriu desbravadora. Como uma boa capricorniana não se acostumou bem à mudança, entretanto isso não foi obstáculo para que abrisse seu coração para viver uma nova aventura diferente de tudo que já viveu antes. Aos poucos Doha ganhou seu coração a ponto de sentir o desejo pulsante de dividir com o mundo o que este lugar tem a oferecer.